Falando sobre a nova vinheta da Sessão da tarde.

Televisão


Uma das mais tradicionais sessões de filmes da TV Globo, ganhou uma nova cara recentemente, com uma abertura em alta definição, como boa parte dos filmes que já eram transmitidos, pondo fim à troca de formato após o fim da vinheta. Como toda mudança, para uns agradou e para outros não. Em vídeos que demonstram a evolução da arte visual, vários espectadores reclamavam da falta de novidade, com algo mais moderno e mais bonito. Veja alguns deles na coluna da direita. Já para outros, a vinheta era um clássico e, dessa forma, não poderia ser tão ‘drasticamente’ modificada, como se vê na coluna da esquerda.
[Reprodução: Youtube]

Há muitos outros comentários a respeito, e novamente se vê que fazer mudanças em programas de TV é algo que realmente precisa ser muito bem pensado e, ainda assim, irá gerar descontentamentos. A nova vinheta da sessão da tarde, se analisada bem a fundo, mantém o tom clássico que alguns telespectadores reclamam ter-se perdido. Observe-se o esquema de cores: o fundo roxo com o letreiro em amarelo segue o mesmo esquema usado em vinhetas anteriores. Uma grande diferença está na fonte utilizada para o letreiro que, pela primeira vez, não é mais a tradicional ‘Cooper black, que já nem está mais disponível nos computadores mais novos (tanto que, se você não a tem em seu PC, nem visualizará a fonte certa em detalhe). Mas o efeito de entrada continua sendo um conjunto de faixas que passam por movimentos diversos e se unem na formação do letreiro, que ganhou um toque mais delicado.

Se há detalhes positivos na nova abertura da Sessão da Tarde, o principal aspecto negativo é a tendência do design de uso de cores maciças (como se vê novo logo do google, no windows 8, e na própria chamada da TV Globo sobre o horário de verão) que podem até deixar uma animação com uma cara mais limpa, mas dão impressão de algo completamente primitivo e demasiado simplificado. O seguimento desta tendência vai a contramão ao avanço na qualidade de imagem que o HD proporciona, já que, agora que nossas TV’s permitem real definição em fontes e cores, mas acabam por transmitir maciços coloridos que se mexem. Segundo Alexandre Romano, da equipe de design gráfico da TV Globo, as faixas são fitas com vídeos de cinema que giram, não sendo tão óbvias. O acerto está no final da animação, em que alguns efeitos de gradação de cor foram colocados, trazendo alguma luminosidade para o centro da tela, promovendo destaque.

É possível que a música tenha sido o ponto mais polêmico desta nova abertura. Buscou-se torná-la mais humanizada, trocando a tradicional melodia por outra semelhante, só que entoada apenas por um coral, objetivo plenamente alcançado. Também ficou interessante este novo arranjo, mas, como a melodia já não vinha sendo modificada com o alterar das animações, talvez tenha sido um dos pontos que provocaram a menor receptividade por algumas pessoas.

Veja abaixo como ficou a nova abertura:

 [Aguarde ao carregamento. Vídeo: RenJG+ © Copyright 2013 Globo Comunicações e Participações S.A.]


  


Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.