Conheça as partes do olho

watch_later 26 de junho de 2012
comment Comentar

Conheça abaixo algumas partes do olho humano, com suas características e/ou funções:



[Neylorg]



Córnea - Na esclera, abertura circular fechada por saliência transparente e convexa.
Esclera / Esclerótica - Casca branca, fibrosa, forrada internamente pela coroide. Reveste quase todo o globo ocular. De cor padrão branca, protege as regiões mais delicadas do interior ocular. 
Íris - Abertura na junção entre a esclera e a córnea, é um músculo involuntário que regula a entrada de luz pela pupila, de acordo com a necessidade. Dá a cor característica ao olho.
Cristalino - Lente biconvexa, atrás da pupila, com tamanho e forma aproximada a de um feijão. Ao contrário do que se costuma afirmar, o globo ocular é um conjunto de lentes, e não apenas o Cristalino. Usando outra comparação, é composto em camadas, como uma cebola. A diferença está na quantia: 22 000. Sua curvatura define o local de formação das imagens, gerando alteração no foco, e convergem na retina. Em deficiências visuais, as imagens convergem antes da retina (Miopia) ou depois (Hipermetropia).
Mácula - Região da retina mais sensível à luz.
Fóvea - Também chamada de mancha amarela, com 0,25 mm de diâmetro, encontra-se no centro da mácula. Nela, a luz entra em contato direto com os 125 milhões de fotorreceptores da retina, tornando máxima a percepção (acuidade) visual.
Retina - Membrana semitransparente aderida à coroide, que possui as milhares de terminações do nervo óptico.
Humor Aquoso - Substância gelatinosa transparente, localizado na cavidade entre o cristalino e a córnea.
Humor vítreo - Outra substância gelatinosa, que preenche o restante do globo ocular.
Ponto Cego - Local o nervo óptico se une à retina. Faz jus ao nome por não haver células fotossensíveis nesta região. Também é o ponto de saída dos vasos sanguíneos que irrigam o olho para outros locais. É um dos poucos pontos em que o olho é ligeiramente inferior a uma câmera digital, que não possui pontos em que a luz chega e não é captada. Todavia, como possuímos um (processador) cérebro muito potente, esta região é compensada por ele.
Bastonetes - Tipos de células fotorreceptoras que atuam à noite. Captam a forma dos objetos, mas não distinguem cores.
Pupila - Orifício ou diafragma (comparando a uma câmera, que possui lâminas de ajuste), de abertura regulável, onde passa a luz refletida dos elementos externos para captação. Como é um orifício, parece ser preta, mas o aparecimento de olhos vermelhos em fotos, que mostra a cor do fundo, demonstra esta característica.  A ‘menina dos olhos’.
Coroide - Camada cor de vinho, análoga ao revestimento negro do sensor óptico de uma máquina fotográfica. Absorve toda a luz, evitando que luminosidade indesejada chegue à retina, bem como possui uma rede de vasos sanguíneos, suprindo oxigênio e outros nutrientes a esta mesma.
Cones - Células fotorreceptoras que captam as cores, sendo mais exigidas durante o dia. Há três grupos: as sensíveis à luz azul, vermelha e verde. As demais combinações resultam todo o variado espectro visível. Falhas em um dos três tipos de cones dão origem ao Daltonismo (Cegueira a uma das três cores primárias). 

  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)