Pilates e seus benefícios

watch_later 29 de outubro de 2013
comment Comentar
Ciência & Saúde
 
PILATES
 
Em plena primavera, em que as temperaturas já são elevadas, as roupas mais curtas e as imperfeições mais salientes (a triste temporada da pochete branca), homens e mulheres buscam academias e exercícios ao ar livre. Não que não seja um bom momento para começar, mas não para sempre recomeçar... já que exercícios físicos são importantes durante todo o ano para um corpo em forma e uma vida saudável.
 
Dentre as modalidades de exercícios mais procurada nos últimos tempos, por pessoas de todas as idades está o Pilates, que é bastante completo em termos de 'uso de músculos desconhecidos'. Vamos conhecer um pouco mais desta modalidade, que leva o sobrenome de seu criador, Joseph Pilates.
 
[Equilíbrio do centro de força é um dos princípios do Pilates. Foto: Academia Bella Vida]
 
Os exercícios de Pilates são feitos em diversos equipamentos, além de exercícios no solo, com o objetivo de fortalecer, alongar, relaxar e tonificar toda a musculatura. Segundo seu criador, “O Pilates trabalha o corpo de dentro para fora”, com uma maior conscientização corporal, sendo incorporadas teorias de controle motor, além dos conceitos de Power Yoga, Rolfing, Stretching, Polestar, Feldenkrais, Fisioball, Gyrokinesis e outros. A criação dos exercícios e equipamentos ocorreu na Alemanha, na década de 1920.
 
Para auxiliar nos exercícios, Joseph criou aparelhos de madeira e metal com peças de molas e couro. Sua motivação foi a busca da melhoria de sua condição física, com exercícios que permitissem tal conquista, mesmo com vários problemas de saúde (incluindo raquitismo). Suas técnicas serviram para bailarinos que haviam sofrido com lesões, sendo levadas aos EUA por ele, quando se mudou para o país, e transmitidas em outras cidades do país após sua morte, por alguns poucos conhecedores até então. A popularização do Pilates se deu apenas na década de 1990, visto que este permite resultados físicos e estéticos favoráveis sem o comprometimento da saúde do praticante.
 
Estes exercícios são feitos sem pressa, em poucas repetições, sendo bem variados. Em cada um deles, há a busca pela correção postural. Não há maiores restrições para a prática dos exercícios de Pilates, sendo até recomendável a partir de doze anos de idade, para qualquer pessoa que esteja interessada. Um dos principais pontos trabalhados nos exercícios de Pilates é o chamado ‘Centro de Força’, que consiste na região lombar, músculos do abdômen, glúteos e quadris. Este centro permanece contraído, o que gera a movimentação fluida característica; e precisa ser mantido estável a fim de que não ocorram lesões. Para fazer os movimentos, é exigida concentração, o que, com uma rotina de exercícios, faz com que a postura necessária para fazê-los seja assimilada e reproduzida rotineiramente.
 
Nos estudos de Joseph para desenvolvimento das técnicas de exercícios, ele descobriu que o ‘Centro de Força’ também tem responsabilidade no âmbito emocional, partindo daí as máximas que envolvem corpo e mente. A cereja do bolo nesta promoção do equilíbrio nas emoções é o controle da respiração, que é o terceiro passo para um bom proveito dos exercícios.
 
No Brasil, a modalidade já está difundida, sendo realizada em academias e em sessões particulares de exercícios, com o acompanhamento de profissionais de Educação Física ou Fisioterapeutas. É uma excelente opção para quem deseja exercícios em ambiente mais calmo, fortalecimento muscular e equilíbrio entre corpo e mente, em uma linguagem corporal mais afinada.
 
 
 
 
 
Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)