A mais nova febre: o Hand (ou Fidget) Spinner

watch_later 9 de julho de 2017
comment Comentar
Variedades


Assim como o Pokémon Go há alguns meses atrás, os Hand Spinners tornaram-se a mais nova febre entre as crianças e as pessoas mais jovens (de alma e de idade). Como brinquedos, apresentam um aspecto bastante simples, possuindo um núcleo central mais destacado e três anéis, com cores e efeitos visuais variados. Esta é a forma mais comum encontrada aqui no Brasil, mas muitos outros tipos de Hand Spinners, desde a sua criação, existem ao redor do mundo.


http://www.oblogdomestre.com.br/2017/07/HandSpinner.Variedades.html
[Imagem: Tecmundo]



O usuário simplesmente gira o núcleo central em sua própria mão. O efeito benéfico disso pode ser um alívio na ansiedade, já que a pessoa ansiosa pode descontar sua energia através desse movimento (o que seria feito de outra forma, como caminhando de um lado para outro, mordendo a caneta, roendo as unhas, etc.). Também pode ser usado no tratamento de transtorno de déficit de atenção, hiperatividade e outros.

Entretanto, como toda atividade, é preciso moderação: escolas têm liberado o uso apenas nos intervalos entre aulas. Aliás, falando em escolas, a venda nas portarias tem-se tornado fonte de renda extra para alguns vendedores, que não vencem a demanda pelo produto por parte dos jovens. Na China, principal país fabricante mundial, as vendas para o mercado interno decaíram, mas continuam aquecidas quando falamos de exportação, incluindo para o Brasil.

A criadora do Hand Spinner, Catherine Hettinger, segundo o site Tecmundo, não possui mais os direitos sobre o produto. Aliás, a forma com que ela concebeu é um pouco diferente desta que está apresentada acima, mas o princípio é semelhante, com o giro usando a mão ou um dos dedos sobre um ponto saliente. Ainda segundo a mesma fonte, ela estaria feliz pois, apesar de não ter colhido financeiramente os frutos da popularização do que criara ainda na década de 90, viu sua criação atingir milhões de pessoas, o que é, de certa forma, gratificante.

Outro elemento curioso nesta história é que, como se viu poucas vezes, um objeto conseguiu atrair a atenção de muita gente, principalmente as crianças, fazendo com que deixassem de lado alguns gadgets tecnológicos, como smartphones, tablets e computadores. Este é outro fator positivo visto por alguns pais, pois a nova geração parece ter desaprendido (seja pelo contexto atual de segurança e infraestrutura urbana, seja pela própria tecnologia) o prazer de brincadeiras mais simples.

E ainda mais para você: Prós e contras em caçar Pokémons



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)