Os gaúchos queimaram a tocha olímpica?

watch_later 12 de setembro de 2016
comment Comentar
Cultura


O ano de 2016 será marcado pelo processo de Impeachment, pelas eleições e pelos jogos olímpicos e paralímpicos. Nos jogos olímpicos, um rito tradicional é a passagem da tocha olímpica por cidades de todo o país. No Brasil, ainda mais do que em outros lugares, nossa riqueza em termos de diversidade cultural é ainda maior e ficou mais clara durante a passagem da tocha. 

Gauchismo e Olimpicismo
[Imagem: Jefferson Bernardes/ Agência Preview]


Durante a passagem por cidades do Rio Grande do Sul, um fato acabou chamando a atenção de alguns brasileiros que não conhecem a cultura local. Algumas pessoas ficaram admiradas com os gaúchos queimarem (sic) a tocha olímpica.

Não foi bem isso que aconteceu. A tocha entrou em contato com a chama crioula, que faz parte de toda a simbologia que culmina nas comemorações de 20 de setembro. Assim como a tocha representa a chama viva de uma tradição de união dos povos e integração pelo esporte, a chama crioula é o sentimento vivo dos ideais farroupilhas. Desse modo, foi uma honra, para ambas as chamas, entrecruzarem-se e unirem-se por aquele instante, como bonitos símbolos que ficam lado a lado.

E ainda mais para você: O hino rio-grandense que reviveu Atenas




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)