Algumas funções de calculadoras científicas (VII) - Como fazer cálculos longos

watch_later 16 de junho de 2016
comment Comentar
Matemática


Muitas vezes, nas aplicações de Física, Química, Matemática e Engenharia, é preciso abrir mão de um rol bastante extenso de variáveis em funções grandes ou sequências grandes de funções simples. Por outro lado, o número de caracteres por operação nas calculadoras científicas é limitado, dando uma tristeza 😭 quando aparece aquele símbolo ■ piscante.

Em ambos os casos, buscar encurtar as expressões usadas ou utilizar-se da memória interna da calculadora são bastante úteis. 

Kenko
[Imagem: Mercado Livre / Reprodução]


Para fazer cálculos longos, quando o sentido é de uma função grande, há duas possibilidades. Uma delas é a de reduzir o número de caracteres necessários para digitar a função, conhecendo os princípios de montagem. Para uma calculadora científica, a função 5cos (x) não exige um sinal de multiplicação: basta digitar o número 5, a tecla cos e o ângulo. O mesmo vale para as funções logarítmicas, por exemplo. Cada sinal de multiplicação é um caractere reduzido. No uso das potências de dez, usar EXP ao invés de 10^ economiza dois caracteres.

A economia de caracteres pode ocorrer também com uma solução bem simples: ao invés de digitar 10,00 ou 15,0, use esses números na sua representação mais simples, digitando 10 ou 15, por exemplo. A outra possibilidade é a de fragmentar a função, aproveitando-se de elementos em adição ou em multiplicação, ou usando a memória de valor anterior (Ans) ou o agrupador M+ (lembre-se de nesse caso zerar a variável M).

Para uma sequência de funções pequenas, a solução consiste em fragmentar a conta em partes. Se um resultado único for argumento na função seguinte, basta usar a memória de valor anterior (Ans). Caso for preciso, como a massa na receita, reservar alguma variável, é possível salvar nas variáveis disponíveis nessas calculadoras (veja mais nos posts sugeridos). Alguns leitores podem ter o costume de anotar resultados no papel e fazer as funções intermediárias. O problema consiste em perda de precisão de resultados, não sendo recomendável.






GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)