Água mole em pedra dura... E se a água é dura?

Química


O ditado popular costuma dizer que ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’. Isso faz sentido quando estamos falando em intemperismo, onde a água é um grande fator atuante nos processos que levam as rochas a um dia se tornarem solos. No geral, não vai se encontrar águas que sejam duras quando se menciona o toque, mas se menciona este termo por elas gerarem problemas de cozimento, reagir e gerar subprodutos que aderem a uma superfície, entre outros problemas, onde o sentido de impenetrável aparece. 

Água Dura
[Imagem: AquaSampa]


Os cátions Cálcio, Magnésio e Ferro II, junto com os ânions carbonato, bicarbonato, cloreto ou sulfato, podem estar presentes na água. Porém a presença dos cátions Cálcio e Magnésio é a que mais preocupa, sendo a concentração delas, principalmente, que define a dureza da água (veja mais no post ‘Características da Água Potável, entre os posts sugeridos).

Naturalmente os sabões, que são sais de ácidos graxos, possuem uma região apolar (com afinidade com as gorduras – hidrofóbica) e outra polar (hidrofílica, com afinidade com as gorduras). Porém, os cátions Cálcio e Magnésio reagem com os sabões gerando compostos insolúveis, que ficam presos nas roupas ou na superfície, como na reação (genérica) abaixo:

2R – COONa(s) + Ca2+(aq) → (R-COO)2Ca (sal precipitado) + 2Na+
(R é o radical do sal de ácido graxo – sabão)

Em indústrias, não se pode usar água dura, sob o risco de explosão. Aliás, em ambiente industrial, há a presença de água pura, não apenas potável, por conta da exigência característica dos produtos industriais. Quão mais elementos presentes na água, além dos problemas pelos cátions cálcio e magnésio, outras reações poderiam ocorrer com o uso de água não purificada. No cozimento de vegetais, estes ficam endurecidos no cozimento quando com água dura.  Em tubulações, podem ocorrer incrustações e entupimentos.

O ânion acompanhante é que define o tipo de tratamento que a água deverá receber para ‘deixar de ser tão durona’. No caso de ânion bicarbonato, uma destilação, que é um processo meramente físico, soluciona o problema. Mas se o ânion for cloreto, nitrato ou sulfato, são necessárias adições químicas com o uso de sequestrantes – componentes químicos que reagem com os íons cálcio e magnésio, ou outros processos químicos.



E ainda mais para você: Características da Água Potável




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.