A ciência dos relacionamentos

watch_later 11 de julho de 2013
comment Comentar
Evolução ?!

 


Por mais que a humanidade já esteja milhares de anos após a era das cavernas, muitas das características dos relacionamentos entre homens e mulheres derivam das ideias primitivas de família, e do próprio ciclo reprodutivo de cada sexo, que praticamente não mudou. Para entender todas as observações que, ao longo de anos, todas as pessoas adultas já fizeram e comprovaram na prática, há explicações em bioquímica e neurologia.
Dizer que a aparência não influi na escolha de um/a parceiro/a é bobagem. Pode não ser item definitivo para um relacionamento, mas é importante. Ao contrário de outras espécies, em que as sensações sexuais são providas por nervos apenas nos órgãos genitais, todo a pele do corpo humano possui estes sensores, de forma que ver um homem ou uma mulher pelada é extremamente prazeroso para o/a parceiro/a. E manter uma pele saudável, apesar de que não pareça, é extremamente excitante aos olhos do ser humano.
Algumas outras características são marcantes, como ombros largos e queixo quadradão (no caso dos homens), quadris bem largos e cinturinha fina (no caso das mulheres) e simetria no rosto (em ambos os sexos): tudo isso indica boa saúde e fertilidade, o que, na era das cavernas, era fundamental para a preservação da espécie, e, hoje, ficou como herança. Antes da invenção da cesariana, muitas mulheres faleciam durante o parto por não possuir a preferência nacional e até internacional larga o suficiente para a passagem do bebê. Já no caso dos homens, estes precisam passar a impressão de força, pra indicar ser o mais forte e, por conseguinte, o mais saudável. É por isso que, em tempos de escola, os malandrões fazem de tudo e são extremamente interessantes às garotas, pois mostram que, mesmo virando tudo de perna pra cima ainda tem disposição de sobra.
Mas afirmar que só aparência mantém relacionamento é outro mito. Os homens ou as mulheres ‘mais feios’ estarem com os parceiros considerados ‘muito bonitos’ porque têm um dom muito interessante: são divertidos. Fazer rir não é algo tão fácil quanto parece, e é sim um grande diferencial para um parceiro/a, aliás, ter uma boa conversa e saber conduzir uma conversa. O homem possui o sério problema de querer vir com um papo direto ao ponto, mas a mulher precisa de tempo para liberar a ocitocina e entrar no clima e, assim, o negócio é conduzir um bom papo. E esse bom papo precisa durar mesmo após a satisfação masculina, por uma questão novamente biológica: uma mulher, mesmo que inconscientemente, precisaria ser efetiva uma vez ao mês para engravidar e, feito o que o homem queria, ela sente insegurança de criar o provável pimpolho sozinha, e o homem precisa provar que quer ir além. Então, nada de dormir!
O fato de o homem ficar satisfeito logo após o sexo e produzir gametas muito rapidamente em relação à mulher é a explicação mais clara do fato de que a fila ande mais rápido para os homens. Por mais que os tempos modernos tenham permitido que a mulher tenha mais independência e possa trocar de parceiro também, a natureza dela faz com que a maioria não queria investir (seu mês de fertilidade) em caras que não desejam compor uma família.
Até agora, várias vezes, o princípio do homem provedor se fez presente, e é por isso que presentes, mesmo que simples, são uma boa forma de homens mostrarem às mulheres que possuem condições de serem os provedores. O que varia de mulher para mulher é o tipo de presente, que pode ser desde um bombom até um bom anel de brilhantes. Em algum momento o homem terá de assumir esse papel. É por isso que caras carentes e disponíveis demais não são bem vistos, pois possuem algum tipo de problema. É preciso que o homem ser autoconfiante, claro que de maneira natural. As mulheres possuem um milésimo sentido para perceber se um homem realmente possui a força de que elas precisam.
As conclusões científicas que aqui foram apresentadas de forma sintética apenas demonstram alguns fatos em que é importante estar atento. Mas nem por que a ciência explique todas estas coisas é que a conquista, tanto para homens como para mulheres, deixará de ser uma verdadeira arte, ou uma extrema diversão.

 


 

 

Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)