Manual de como fazer uma música de sucesso

Válido em todo o território nacional e até no exterior 

Alguns hits ficaram na boca do povo e ganharam repercussão internacional, como ‘Ai se eu te pego’, interpretada por Michel Teló e tantas outras músicas. Para você que é cantor e ainda não estourou nas paradas de sucessos das rádios e nos acessos de vídeos na Internet, não teve seu clipe divulgado em programas nacionais de TV ou não se apresentou em um programa de auditório, fique tranquilo: basta seguir todas as dicas aqui apresentadas na composição de suas próximas músicas.
Dentre a vasta coleção de sílabas existentes, e até outras que podem ser inventadas, escolha algumas - procure se lembrar de quando você estava na primeira série do ensino fundamental, durante a sua alfabetização - e repita bastantes vezes durante o refrão. Estas sílabas também servem para deixar em aberto alguma parte que se queira deixar a cargo de quem escuta, como um livro sem final bem definido. Veja alguns exemplos: 

“Vamos fazer parapa...”

       “tratratratra...”

“Eu vou pegar você e tãe...”

“Eu quero tchu/ Eu quero tcha/ Eu quero tchutcha...”

“Eu sei fazer um lele

“Rebolation é bom bom, ...”

“1 ba ba , 2 ba ba , ...”

TcheTchereTcheTche ...”

Bara Bara Bara Bere Bere Bere...” 

Depois, escolha algum tema para falar em sua música. Mas preste atenção: nada de falar de coisas tristes ou de fazer reflexões sobre alguma situação pessoal ou da sociedade. Busque falar de pegação ou uma letra dedicada a dizer que ‘estou muito bem sem você’, que são os temas mais procurados. Acrescente um pouco de malícia. Assim como se falou em um episódio do programa Na Moral, existe quase uma obrigação de que sejamos felizes o tempo todo, e a música deve seguir os comportamentos da sociedade, o que justifica tais temas.

E se for um dia em que você estiver sem inspiração, não precisa fazer a segunda etapa. Segundo a banda criadora de “1 ba ba bá, 2 ba ba bá, ...”, música não precisa ter letra, apenas uma boa sonoridade. Assim, componha apenas uma melodia com suas sílabas escolhidas.

 Como as músicas devem ser sempre muitos alegres, para ninguém ficar parado, é muito importante criar uma boa coreografia para acompanhar a música. Nesta coreografia é obrigatório que você realize um movimento com os braços e antebraços, com o cotovelo virado para trás, formando um ‘V’ deitado, partindo com este V de frente para trás.

Para ajudar na execução da coreografia, chame alguém que já tenha chegado lá e já faça muito sucesso. Outra opção bastante explorada por cantores brasileiros é chamar algum jogador de futebol, sendo Neymar o mais cotado no momento. Não se esqueça de pedir (apesar de ser muito difícil...) para que o público solte suas energias, levante suas mãos para cima e cante o refrão com você.

Por fim, faça um clipe e o disponibilize nos sites de compartilhamento de vídeos, como o you tube ou o vimeo, e também nas redes sociais. Você pode usar algum elemento marcante como um Cross-fox ou um Camaro (ambos amarelos, se você conseguir algum emprestado), o que também ajuda muito na repercussão de seu vídeo.
Se você seguiu todas as dicas até então, é só aguardar e cruzar os dedos, pois, em breve, sua música fará muito sucesso.

 

Veja também: (Variedades) Skol de Roupa Nova

>> Gostou desta postagem? Compartilhe!

Um comentário:

Andresa Almeida disse...

Sertanejo Universitário = Lixo

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.