Cartas de Amor à Heloísa

watch_later 20 de novembro de 2012
comment Comentar
Poesias 

Dizes que brevemente
serás a metade de minha alma.
A metade?  
Brevemente?
Não: já agora és,
não a metade, mas toda. 

Dou-te a minha alma inteira,
deixe-me apenas uma pequena parte
para que eu possa existir por algum tempo
 e adorar-te. 

ROSA, Guimarães. 

Veja também: (mensagens e poesias) Diva, de José de Alencar
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)