Windows 8 passa a ser comercializado amanhã

“O Melhor de dois mundos?” 

Nos próximos dias saberemos qual a opinião do público sobre o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows 8. Seu valor está previsto para R$ 269,00, com a comercialização no Brasil a partir de amanhã. Ao mesmo tempo, suas principais características são seus pontos fortes e fracos.

[‘Interface metro’ - Foto: anandtech.com]

O Windows 8 revolucionará a forma como se usa um computador com Windows, com o fim do menu iniciar, que passa a ser uma página com a interface metro. Para que o sistema fosse compatível com o novo tablet da Microsoft, o Surface, que possuíra preço dentro do praticado pelos concorrentes. Esta compatibilidade seria o ponto forte de assumir uma interface mais simplificada, usando menores recursos visuais. Entretanto, há um consenso de que resumir um computador, mais poderoso em hardware, a um tablet, seria um grande erro; a interface metro não é discutida no Surface, mas nos demais computadores.
A tela de entrada, ao contrário das versões anteriores, não apresenta ícone direto para login, sendo necessário clicar em alguma parte da tela para ter acesso ao sistema. Ao ter acesso, a interface metro já se apresenta.
Para evitar rejeições, foi disponibilizada uma opção indicando ‘Área de Trabalho’, permitindo uma interface semelhante, a não ser por um botão conhecido que ficou faltando: o menu iniciar. Segundo alguns usuários, nas versões finais, o Win8 já não está mais permitindo o uso do software que recria este menu. Apenas há a opção de clicar Windows+X e ter acesso a alguns links básicos como o Windows Explorer, que recebeu o adendo da ribbon. Outras funcionalidades, como o painel de controle, permanecem inalteradas (quem sabe, até a próxima versão).
O sistema tornou-se mais rápido e foi buscada com dedicação pela Microsoft a superação do desafio de criar um sistema novo que pudesse ser usado nos computadores que suportam a versão anterior. Muitos sites indicam que os atalhos de teclas seguem os mesmos, mas vale a pena ressaltar que boa parte da experiência de uso de uma pessoa que realiza apenas atividades básicas em seu computador depende muito da forma gráfica com que o sistema se apresenta. A inclusão de barras de ferramentas flutuantes nos extremos da tela é um aspecto negativo neste ponto.
Agora, para saber qual a opinião geral, resta saber quais são todos os recursos da versão definitiva, e qual será, enfim, sua aceitação. □ 

Veja também: (Tecnologia) Windows 8: O melhor de dois mundos?

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.