Classificações dos polímeros

watch_later 25 de outubro de 2012
comment Comentar
Características mecânicas e térmicas  

Quanto às características mecânicas:

Elastômeros: conhecidos trivialmente por borrachas, são materiais poliméricos altamente flexíveis à temperatura ambiente, podendo sofrer deformações elásticas consideráveis, recuperando a forma original ao cessar da tensão. Há presença de ligações cruzadas de baixa densidade de reticulação. Exemplos: borrachas naturais (látex) e sintéticas (fabricadas via vulcanização, que é um processo de desestabilização de ligações monoméricas visando a polimerização por meio de um reagente como o CS2 ou outros processos), composição de assentos sanitários (juntamente com termoplásticos).

Fibras: materiais poliméricos orientados no sentido longitudinal. Há elevada razão entre o comprimento e o diâmetro. Exemplos: fibras naturais (algodão, cabelo, pelos, seda, celulose) e sintéticas (nylon – poliamidas, lycra – elastano). Estes polímeros fundidos passam por estiragens com extrusões; à medida que as cadeias poliméricas passam por um diâmetro reduzido, estas são estimuladas a assumir uma disposição mais aproximada e ampliar sua cristalinidade.

Plásticos: materiais poliméricos geralmente sintéticos, que não se enquadram nas categorias anteriores.

Quanto às características térmicas:

Polímeros Termoplásticos: materiais que podem ser repetidamente amolecidos sob a ação do calor, deformando-se sob altas temperaturas e recuperando a natureza sólida após o resfriamento. São passíveis de reciclagem, fato que se deve às cadeias lineares independentes, que são ligadas entre si por interações moleculares fracas do tipo Van Der Walls. Exemplos: PET, polietileno. A diferença entre estes dois polímeros é o custo desta reciclagem, que é muito menor para o PET em relação ao polietileno, que custa muito pouco para ser produzido a partir de sua matéria prima em relação ao material reciclado.

Polímeros termorrígidos ou termofixos: uma vez solidificados, perdem a plasticidade necessária para nova reciclagem sob ação do calor. Para reciclá-los, são necessários outros métodos. Esta característica também é definida por suas cadeias, que são reticulares, ou seja, possuem ligações cruzadas (cross-linking) covalentes fortes, que são quebradas após certo limite de temperatura. Exemplos: Silicones, Poliuretano, Resina epóxi (muito resistente). □ 

Veja também: (Química) Principais grupos de materiais
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)